30 dezembro 2008

Compras 2008

Balanço :

60 cds vs 92 vinis, vitoria do velho suporte num total de 152 novos titulos para a coleção, que nem so de pirataria vive um amante da musica.

Em grande parte Fnac e Jojos/Cdgo mas tambem Materia Prima, Flur, Louie Louie, Retro Paradise, Mosaic, Hmv e outras.

Compras 2008

Dezembro : 

CD :

Pole - 1,2,3
Wu-Tang Clan - The W
Wu-Tang Clan - Iron Flag
Gang Starr - Mass Appeal (The Best Of)
M.I.A. - Arular
Va - Fabriclive by Sinden 
Da Weasel - Ao Vivo no Pavilhão Atlantico
Va - Uncut presents The Best of 2008

Vinil :

The Strokes - Is This It?
The Beatles - 1967-1970
Vampire Weekend - Vampire Weekend
The Streets - Original Pirate Material
Skream - Skreamizm Vol.5
Bass Clef - Zamyatin Tapes volume 2
Claro Intelecto - When The Time Is Right
The Cure - Standing on a Beach-The Singles
Heartthrob - Signs
Radiohead - Best of
Damon Albarn - Democrazy
Nirvana - Sliver
The Smiths - Singles Box (12 x 7")

This boy needs therapy...

Para terminar bem o ano e retratá-lo da melhor maneira, aqui ficam os The Avalanches com o fabuloso tema "Frontier Psychiatrist"... e um dos mais hilariantes videoclips alguma vez conseguidos.
A todos um fantástico 2009!!!

22 dezembro 2008

imogen jennifer jane heap - "speak for yourself" (2005)

directamente das Frou Frou mais um fetiche do marquinho a rodar cá em casa... Imogen Jennifer Jane Heap just for now...

the acorn - "glory hope mountain" (2008)


Crooked Legs by The Acorn from Paper Bag Records on Vimeo.

18 dezembro 2008

nin - "pretty hate machine" (1989)

A adolescência é um período complicado. Escolhem-se as companhias erradas. Fazem-se escolhas. Acertam-se os ponteiros. Duvida-se do tempo. Passaram quase quinze anos e tudo continua igual. Ou quase.

I still recall the taste of your tears
Echoing your voice just like the ringing in my ears
My favorite dreams of you still wash ashore
Scraping through my head 'till I don't want to sleep anymore

You make this all go away
You make this all go away
I'm down to just one thing
And I'm starting to scare myself
You make this all go away
You make this all go away
I just want something
I just want something I can never have


You always were the one to show me how
Back then I couldn't do the things that I can do now
This thing is slowly taking me apart
Grey would be the color if I had a heart
Come on tell me

You make this all go away
You make this all go away
I'm down to just one thing
And I'm starting to scare myself
You make this all go away
You make this all go away
I just want something
I just want something I can never have


In this place it seems like such a shame
Though it all looks different now
I know it's still the same
Everywhere I look, you're all I see
Just a fading fucking reminder of who I used to be
Come on tell me


You make this all go away.
You make this all go away
I'm down to just one thing
And I'm starting to scare myself
You make this all go away
You make it all go away
I just want something
I just want something I can never have
I just want something I can never have




Trunfas mais um album de infancia.

tullycraft - "every scene needs a center" (2008)

porque o pop indie whatever... tem de ser twee!



fresquinho para a quinta à noite... :)

controller.controller - "x-amounts" (2005)

"Ask me what I did today?
Ask me what I did today!


Let's work refine science
And pay attention to signs.
Let me draw your patience
Over a telephone line."



Pós-punk pós queixos.

Havia de haver mais uma "rupetura"... pois havia.

03 dezembro 2008

Hip Hop classics (10)

'I Don't Care What You Think,
Unless It Is About Me'

Dj Shadow - Endtroducing ('96)

O californiano Josh Davis aka Dj Shadow começou a sua produção musical por voltade 91/92 mas so em 93 com o lançamento do single 'In/Flux' na label MoWax de James Lavelle deu nas vistas. O som era algo de novo. O autor defendia e bem que se tratava de hip hop mas a sua musica partia de bases hip hop para coisas mais atmosfericas, cinematicas e toxicas do que o habitual, para alem de trazer na altura uma outra novidade, a ausencia de rimas e de mcs, abdicando das palavras para se expressar, fazendo uso apenas de varias camadas de samples, ocasionais manobras de scratch e um ou ouutro apontamento vocal. No ep 'What Does your Soul Look Like?' Shadow ia ja mais longe ainda, começando a juntar os seus epicos em obras mais alargadas e que fazem muito mais sentido ouvidas de seguida do que em separado. Nesta altura as bases do seu som tinham ja servido de ponto de partida para uma serie de outros estetas contemporaneos como os Massive Attack, Tricky, Portishead ou Kruder & Dorfmeister, enquanto outros iam explorando os seus ambientes como colegas da MoWax ou varios nomes do catalogo da excelente Ninja Tune. A estreia em formato album era altamente aguardada e surgiu em '96 com a perfeição de 'Endtroducing'.
Talvez o primeiro album construido somente com samples, sem instrumentos e sem vocalistas, partia das citadas tecnicas do hip hop bem como dos seus ritmos para as tais areas nubladas que tentei explicar anteriormente. Deve a meu ver ser ouvido de assentada para ser entendido. Varias vezes. Revela sempre novos sons,novos pormenores.
Foram varias as vezes ja que discuti se isto e realmente hip hop. Para mim é, para o autor da musica tambem. Se a opinião do autor não chega digo : algum outro genero permitiria ao seu autor tamanha liberdade, tanta capacidade de surgerir atmosferas sem amarras de um genero mais fixo? Talvez so o jazz mas ai digo que o hip hop sempre assumiu o jazz como maior influencia..

Ps : A citação não é de uma musica hip hop.

01 dezembro 2008

red tie - rides the front seat (dj set)


Se o povo não tiver frio e não tiver vinho ou cerveja em casa então terão de conceber a ideia de passar pelo Clandestino no próximo dia 7 de Dezembro...

As variedades incluem conhecer este senhor da foto... isto é, conhecer um verdadeiro cromo da musica... gestor do produto em tempos livres... e com hobbie maior de observar estrelas tipo astrónomo amador... (foi ele que me pediu para por aqui esta semi-mentira e eu como sou amigo dele anui à pretensão!!!!)

Também se encontra disponível a partir das 03h00 para serviços ao domicílio.

Motivos mais que suficientes para virem até a Aveiro... beber um copo ao Clandestino.